quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Tudo azul no Brasil

Finalmente parece que as coisas começam a tomar um rumo melhor. Depois de ver a aviação civil brasileira minguar com o fim da Transbrasil, VASP e os tropeços da VARIG, a coisa começa a mudar de figura.

Primeiro foi a GOL, e agora a Azul entra em cena.

image

A companhia, que começou a operar apenas nos aeroportos de Viracopos (Campinas), Salvador e Curitiba já incluiu em seus destinos mais capitais como Recife, Porto Alegre e Vitória.

O diferencial aqui é o preço. A Azul entra com uma proposta bem semelhante à GOL em seus primeiros anos de vida: sem muito conforto e preços para rivalizar (e superar) passagens de ônibus.

Para mim especialmente, não poderia ser melhor. Como alguns sabem, eu sou de Recife, mas moro em Campinas já faz quase dois anos. Para visitar minha família na Terra do Sol, era necessário desembolsar valores que chegaram a até R$ 1600,00, ida e volta (Felizmente as milhas faziam sua parte). Ainda por cima qualquer vôo teria obrigatoriamente uma conexão, seja em Brasília, Confins ou Rio.

Não mais. Pela Azul eu posso agora pegar um vôo NON-STOP para Recife, pagando pouco mais de R$ 500,00, taxas de embarque já inclusas.

image

Estou vendo no Site que passagens Recife-Porto Alegre estão saindo por 309,00 paus. Isso era impensável a alguns meses atrás.

image

Isso pode não importar muito para quem não faz parte das pontes aéreas que compõe os poucos destinos atendidos, mas a empresa ainda está ampliando sua cobertura e trazendo sangue novo para o setor aéreo, tal qual fez a GOL no instante de sua chegada e antes de acabar se tornando uma “linha aérea burra”.

Concorrência sempre é uma opção bem vinda.

Marcadores: , , ,

0 Comentários:

Postar um comentário



<$I18N$LinksToThisPost>:

Criar um link

<< Início